Faltam...

Daisypath Happy Birthday tickers

23 dezembro 2008

Feliz Natal!


FELIZ NATAL E UM FANTÁSTICO 2009!!!

18 dezembro 2008

Parabens!


Quebrei o "jejum" de palavras apenas para anunciar o terceiro aniversário do FRANQUIA!

30 setembro 2008

Até já...

Ando "seca". "Seca" de palavras, de ideias, "seca" de acontecimentos para partilhar. Por isso, não faz sentido continuar com o Franquia. Pelo menos até voltar ao normal. Se é que alguma vez fui normal. Se é que alguma vez a minha vida vai voltar ao normal.
Obrigada a todos os que leram e principalmente a todos os que comentaram.
Não digo adeus, prefiro dizer até já...

27 setembro 2008

Paul Newman


Nascido a 26 de Janeiro de 1925 em Shaker Heights (Ohio), o jovem Newman, depois de prestar serviço militar na Marinha durante a Segunda Guerra Mundial, como operador de rádio, lançou-se na carreira de actor depois de frequentar o Actor`s Studio, em Nova York.

A sua beleza clássica não passou despercebida e depressa recebeu os primeiros convites para actuar nos teatros da Broadway e em série para a televisão.

Começou no cinema com o filme "O Cálice de Prata" (1954), uma película tão má que quando se estreou na televisão Newman publicou um anúncio nos jornais com um pedido de desculpas.

Foi a sua interpretação do papel do pugilista Rocky Graziano, inicialmente destinado a James Dean, no filme "Marcado pelo Ódio" (1956), realizado por Robert Wise, que chamou a atenção da crítica e dos produtores, que viram nela a próxima estrela de Holywood.

A confirmação surgiria dois anos mais tarde, com "Gata em telhado de Zinco Quente", uma adaptação suavizada de um texto de Tennessee Williams, em fez um inesquecível e belíssimo par com Elizabeth Taylor.

Nos anos seguintes, Newman correspondeu à confiança nele depositada e foi o motor de êxitos de bilheteira tão relevantes como "Exodus" (1960), "O Prémio" (1963), "Harper" (1966), "Butch Cassidy e Sundance Kid" (1969), ao lado do seu amigo Robert Redford, com quem voltaria a actuar em "A Golpada" (1973), ambos realizados por George Roy Hill.

Eterno aspirante a Óscares, obteve três, dois honorários e um pelo seu desempenho no filme "A cor do dinheiro", com 61 anos e já com uma longa carreira atrás de si.

Rest in Peace!


video

In RTP

13 setembro 2008

Meter água

Foi a primeira vez que o A. foi à piscina chapinhar com hora marcada com os amiguinhos P., R. e L., na natação do Fluvial. Acho que ele gostou, apesar de saber que não gostou nada de ter escorregado para água... :)
Para a semana há mais...

05 setembro 2008

Save Miguel

video

Obrigada, McB, pela dica.

02 setembro 2008

De que árvore caí eu?


Não sou segura de mim mesma, nem tenho uma vida amorosa complicada. Já tenho uma relação sérria que me enche a minha vida e me faz feliz. E sim, EU SOU TÍMIDA! :)

01 setembro 2008

Amizades

Houve uma pessoa que me disse, quando era mais pequenita, que uma amizade recente pode ser muito mais forte do que uma amizade de longa data.
Hoje provaram-me como essa frase é uma grande verdade: a S., a D. e a S., amigas apenas desde o ano passado, mostraram hoje como se preocupam comigo e com o A. e que repararam no que me incomodava e fizeram tudo para me ajudar. Como mesmo correndo o risco de levarem uma resposta torta - o meu mau feitio já é lendário - tocaram num assunto sensível para me mostrarem que estão lá para o que der e vier.
Obrigada, do fundo do coração, por tudo o que fizeram e disseram.

(Valem muito mais do que prozac (EHEHEH)).

22 agosto 2008

d'Ouro

video

Obrigada!

21 agosto 2008

19 agosto 2008

Mestre!

video

17 agosto 2008

15 meses

Hoje completam-se 15 meses de alegrias, de mudanças de hábitos e de maneiras de ser, de novos e "velhos" amigos. 15 meses inteirinhos de A!

16 agosto 2008

Foto

A foto que fez com que as lágrimas me escorressem pela face...

(Rupak De Chowdhuri/Reuters)

Branca de Neve

Adorei a intervenção da Branca de Neve para salvar o Shrek (3):

video

12 agosto 2008

Turbo

Entre vários electrodomésticos com esta característica - o botão turbo - vou falar da varinha mágica.
Quando faço sopa, passo-a com a varinha mágica com o botão "normal", mas no final carrego no turbo para que fique com melhor aspecto, no caso com um aspecto mais cremoso ...

Ora isto fez-me pensar: onde está o meu botão turbo para que eu fique melhor (não necessariamente mais cremosa :))? Parece-me que, para já, vou ter que ficar pelo "normal".

05 agosto 2008

Vírose

Durante as férias o meu sobrinho mais "piqueno" foi vítima de uma vírose... que se foi propagando pela "sobrinhada" e chegou agora a vez do A.. Mas como é um anjinho, até com febre é um doce. Espero que passe depressa e que fique por aqui...

02 agosto 2008

Coração de Manteiga


Estou de férias no Algarve. Não por muito mais tempo, amanhã volto para casa. Nestes dias que por aqui passei, "encontrei" um menino de dois anos que me pediu para lhe encher o balde de água. Achei o rapazinho adorável, com uma carinha amorosa. Olhei à volta e não vi ninguém perto dele. Só mais tarde vi os avós, sentados confortavelmente nas suas cadeiras de praia, a chamar por ele. O menino estava perdido no sentido em que olhava para todos os lados, para ver de onde vinha a voz familiar sem, no entanto, os encontrar. Ajudei-o, mais uma vez, e levei-o até os seus avós.
Este menino encontrou um espacinho na minha cabeça e, admito, no meu coração de manteiga. Não era um menino maltratado ou necessitado. Mas dá-me pena a forma como procurava outros meninos para brincar, ou os olhitos tristes quando a avó lhe fala de uma forma seca e, aparentemente, o trata, como se em vez de dois anos o menino tivesse 12. Dá-me pena não lhe colocarem creme no corpo nem um chapéu na cabeça ou simplesmente não o sentarem à sombra quando o sol queimava a pele.
Ontem o G. brincou com ele. Fez-lhe castelos na areia e ele riu-se feliz. E eu fiquei feliz por ele.
Ter o suficiente, numa criança, não é suficiente. Não quando se fala de brincadeira, de ternura ou simplesmente ter paciência para brincar, mesmo quando nos apetece.
Todos os dias procuro por ele na praia. Para ver se está bem. para ver se está a brincar. Para poder levá-lo melhor na minha memória.
Seja quem tu fores, menino de dois anos, desejo-te muitos anos de felicidade, saúde e carinho.

18 julho 2008

15 julho 2008

Somos o que comemos?


Também podes fazer o teste... deixa o teu comentário!

28 junho 2008

Descanso

Depois de uma época (que ainda não terminou) cheia de trabalho e stress, sem tempo para ninguém, chegou a altura do (quase) descanso!
Obrigada pelo apoio de todos, pela paciência e espero que me perdoem pelos convites que não pude aceitar.



16 junho 2008

Vale a pena pensar nisto...

"A meia dúzia de lavradores que comercializam directamente os seus produtos e que sobreviveram aos centros comerciais ou às grandes superfícies vai agora ser eliminada sumariamente. Os proprietários de restaurantes caseiros que sobram, e vivem no mesmo prédio em que trabalham, preparam-se, depois da chegada da “fast food”, para fechar portas e mudar de vida. Os cozinheiros que faziam a domicílio pratos e “petiscos”, a fim de os vender no café ao lado e que resistiram a toneladas de batatas fritas e de gordura reciclada, podem rezar as últimas orações. Todos os que cozinhavam em casa e forneciam diariamente, aos cafés e restaurantes do bairro, sopas, doces, compotas, rissóis e croquetes, podem sonhar com outros negócios. Os artesãos que comercializam produtos confeccionados à sua maneira vão ser liquidados.
A SOLUÇÃO FINAL vem aí.
Com a lei, as políticas, as polícias, os inspectores, os fiscais, a imprensa e a televisão. Ninguém, deste velho mundo, sobrará. Quem não quer funcionar como uma empresa, quem não usa os computadores tão generosamente distribuídos pelo país, quem não aceita as receitas harmonizadas, quem recusa fornecer-se de produtos e matérias-primas industriais e quem não quer ser igual a toda a gente está condenado. Estes exércitos de liquidação são poderosíssimos: têm Estado-maior em Bruxelas e regulam-se pelas directivas europeias elaboradas pelos mais qualificados cientistas do mundo; organizam-se no governo nacional, sob tutela carismática do Ministro da Economia e da Inovação, Manuel Pinho; e agem através do pessoal da ASAE, a organização mais falada e odiada do país, mas certamente a mais amada pelas multinacionais da gordura, pelo cartel da ração e pelos impérios do açúcar.
Em frente à faculdade onde dou aulas, há dois ou três cafés onde os estudantes, nos intervalos, bebem uns copos, conversam, namoram e jogam às cartas ou ao dominó. Acabou! É proibido jogar!
Nas esplanadas, a partir de Janeiro, é proibido beber café em chávenas de louça, ou vinho, águas, refrigerantes e cerveja em copos de vidro. Tem de ser em copos de plástico.
Vender, nas praias ou nas romarias, bolas de Berlim ou pastéis de nata que não sejam industriais e embalados? Proibido.
Nas feiras e nos mercados, tanto em Lisboa e Porto, como em Vinhais ou Estremoz, os exércitos dos zeladores da nossa saúde e da nossa virtude fazem razias semanais e levam tudo quanto é artesanal: azeitonas, queijos, compotas, pão e enchidos.
Na província, um restaurante artesanal é gerido por uma família que tem, ao lado, a sua horta, donde retira produtos como alfaces, feijão verde, coentros, galinhas e ovos? Acabou. É proibido.
Embrulhar castanhas assadas em papel de jornal? Proibido.
Trazer da terra, na estação, cerejas e morangos? Proibido.
Usar, na mesa do restaurante, um galheteiro para o azeite e o vinagre é proibido. Tem de ser garrafas especialmente preparadas.
Vender, no seu restaurante, produtos da sua quinta, azeite e azeitonas, alfaces e tomate, ovos e queijos, acabou. Está proibido.
Comprar um bolo-rei com fava e brinde porque os miúdos acham graça? Acabou. É proibido.
Ir a casa buscar duas folhas de alface, um prato de sopa e umas fatias de fiambre para servir uma refeição ligeira a um cliente apressado? Proibido.
Vender bolos, empadas, rissóis, merendas e croquetes caseiros é proibido. Só industriais.
É proibido ter pão congelado para uma emergência: só em arcas especiais e com fornos de descongelação especiais, aliás caríssimos.
Servir areias, biscoitos, queijinhos de amêndoa e brigadeiros feitos pela vizinha, uma excelente cozinheira que faz isto há trinta anos? Proibido.
As regras, cujo não cumprimento leva a multas pesadas e ao encerramento do estabelecimento, são tantas que centenas de páginas não chegam para as descrever.
Nas prateleiras, diante das garrafas de Coca-Cola e de vinho tinto tem de haver etiquetas a dizer Coca-Cola e vinho tinto.
Na cozinha, tem de haver uma faca de cor diferente para cada género.
Não pode haver cruzamento de circuitos e de géneros: não se pode cortar cebola na mesma mesa em que se fazem tostas mistas.
No frigorífico, tem de haver sempre uma caixa com uma etiqueta “produto não válido”, mesmo que esteja vazia.
Cada vez que se corta uma fatia de fiambre ou de queijo para uma sanduíche, tem de se colar uma etiqueta e inscrever a data e a hora dessa operação.
Não se pode guardar pão para, ao fim de vários dias, fazer torradas ou açorda.
Aproveitar outras sobras para confeccionar rissóis ou croquetes? Proibido.
Flores naturais nas mesas ou no balcão? Proibido. Têm de ser de plástico, papel ou tecido.
Torneiras de abrir e fechar à mão, como sempre se fizeram? Proibido. As torneiras nas cozinhas devem ser de abrir ao pé, ao cotovelo ou com célula fotoeléctrica.
As temperaturas do ambiente, no café, têm de ser medidas duas vezes por dia e devidamente registadas.
As temperaturas dos frigoríficos e das arcas têm de ser medidas três vezes por dia, registadas em folhas especiais e assinadas pelo funcionário certificado.
Usar colheres de pau para cozinhar, tratar da sopa ou dos fritos? Proibido. Tem de ser de plástico ou de aço.
Cortar tomate, couve, batata e outros legumes? Sim, pode ser. Desde que seja com facas de cores diferentes, em locais apropriados das mesas e das bancas, tendo o cuidado de fazer sempre uma etiqueta com a data e a hora do corte.
O dono do restaurante vai de vez em quando abastecer-se aos mercados e leva o seu próprio carro para transportar uns queijos, uns pacotes de leite e uns ovos? Proibido. Tem de ser em carros refrigerados.
TUDO ISTO, como é evidente, para nosso bem. Para proteger a nossa saúde. Para modernizar a economia. Para apostar no futuro. Para estarmos na linha da frente. E não tenhamos dúvidas: um dia destes, as brigadas vêm, com estas regras, fiscalizar e ordenar as nossas casas. Para nosso bem, pois claro."
António Barreto
«Retrato da Semana» - «Público» de 25 de Novembro de 2007

(só agora descobri este texto através de um e-mail do MM. É uma pena que se vá perder tanta coisa só porque alguns fazem imensas asneiras em matéria de higiene. E o pior é que esses "maus exemplos" vão continuar a ser o que são e o que era bom vai desaparecer....)

14 junho 2008

Now we are Free

O vídeo que se segue está aqui, não pelo filme, mas pela música. Ando apaixonada por ela...


video

10 junho 2008

FERIADO!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Lembram-se do toque para feriado? Da contagem ao segundo para gritar "FEEEERIIIIIAAAAADOOOOO!!!"?

Pois bem, foi o que me apeteceu gritar hoje logo pela manhã. Hoje pausei nos estudos, no trabalho e fui à praia com os meus home's. :) Foi só uma horinha mas soube tão bem! Hoje é feriado, é dia de descanso. Amanhã volto à labuta.

Feira do Livro

Pelo segundo ano consecutivo - e pelo segundo ano desde que me conheço como gente - não vou à Feira do Livro :(
Não há almas caridosas que me ofereçam livros?

07 junho 2008

Pausas

Estou em casa a estudar.
No sofá, dorme o G.. Na caminha, dorme o A..
Faço uma pausa.
Um amigo diz-me que gosta da Joana Amaral Dias.
Procuro na net algo dela e encontro isto! [Cuidado! Pode ferir susceptibilidades!]
Há realmente imagens que valem por mil palavras... :D
Vou voltar a estudar.

03 junho 2008

Estado de choque

Comecei a estudar para o exame de amanhã. A coisa até estava a correr bem até ter visto o tipo de perguntas que pode sair e o detalhe a que o professor vai. Entrei em pânico e estou em estado de choque. Como é que eu vou conseguir passar a esta disciplina?

Simples(mente) Genial


«Os políticos e as fraldas devem ser mudados frequentemente e pela mesma razão.»

Eça de Queiroz

18 maio 2008

Rescaldo

Ontem foi o baptizado e o primeiro aniversário do A.. Tal como nos casamentos, muito trabalho, muitas "dores de cabeça" para que tudo esteja perfeito (embora saiba que nada é perfeito) para que o dia chegue e passe num ápice.
Acho que correu tdo bem, Só foi pena o sonito do aniversariante!
Espero que os convidados do pequenito (sim, que a festa era dele) tenham gostado da sua festinha. Para o ano, se Deus Quiser, há mais! :)

17 maio 2008

Parabéns!



Parabéns ao A. pelo seu primeiro aniversário!

16 maio 2008

09 maio 2008

Luto


Estou de luto pela minha avó!

04 maio 2008

Feliz Dia da Mãe

Hoje, pela primeira vez na minha vida, fui mãe e filha no Dia da Mãe. Soube tão bem, uma sensação de felicidade plena.
O A. portou-se lindamente, apesar de estar cheio de sono e notava-se que estava feliz (obviamente ainda não sabe o dia que é) por estar rodeado de miminho.




Ontem foi o Baptizado do meu afilhado, o Pedro.
Correu lindamente, o Pedrinho portou-se lindamente e a festa foi muito gira e, ao contrario do habitual, muito animada. A "culpa" foi obviamente dos papás do Pedro, mas também dos outros pais e respectivos filhotes (D., P. e R. e S., M. e L.). É sempre bom estar com vocês! :)

Ah! e Pedro... Parabéns pelos teus primeiros passinhos a solo!
Beijo grande, Pedro

29 abril 2008

Ups, enganei-me

Ronaldo “engana-se” e passa a noite na esquadra…

Ronaldo, internacional brasileiro ao serviço do Milan, que está no seu país a recuperar de uma lesão grave, decidiu passar uma noite de sexo com uma prostituta, a que se juntaram mais tarde outras duas… Ronaldo acabou no entanto por descobrir que em vez de mulheres tinha contratado “travestis” e o epílogo foi na esquadra. O jogador disse posteriormente à imprensa que pagou aproximadamente 380 euros, mas que um dos “travestis” se recusou a receber, exigindo uma soma muito maior, para não o acusar de consumo de drogas e não fazer um escândalo nas revistas. A assessoria de imprensa de Ronaldo já emitiu entretanto um comunicado “com o objectivo de clarificar que ele jamais consumiu drogas»”, confirmando no entanto o “programa” e o pagamento de mil reais, os tais 380 euros…
Fonte: Jornal O Jogo

*gargalhada*

24 abril 2008

É oficial!

O S. Pedro gosta de brincar c'a malta!
Que outra explicação pode haver para eu ontem andar cheia de frio e hoje cheia de calor?

22 abril 2008

Futuro



Hoje, enquanto esperava pelos meus pais, vi uma velhinha (não gosto da palavra idosa) a atravessar a rua, muito devagarinho e muito curvadinha, fora da passadeira e veio um idiota qualquer que buzinou à senhora. Pensei que, apesar de realmente não ser o sítio correcto para atravessar (a passadeira estava uns bons metros mais à frente), o condutor podia compreender que provavelmente aqueles metros que a separavam da passadeira devim parecer à velhinha uma maratona.
A senhora ficou tão assustada que tive pena dela e ainda cheguei a abrir a porta para ir ter com ela para perguntar se precisava de ajuda. Não foi preciso porque alguém - conhecido dela, pela maneira como esse alguém lhe pegou no braço - chegou primeiro e a tirou do meio da rua.

Este incidente deixou-me a pensar em duas coisas:
- Primeiro, as pessoas estão cada vez mais indiferentes às dificuldades dos outros
- Depois, e bem mais demoradamente do que o primeiro pensamento, como serei eu quando e se chegar aquela idade? Será que vou achar o mundo da altura confuso, com as coisas sempre a mudar? Será que vou lembrar-me com pesar dos tempos em que tinha genica? Será que me vou lembrar de alguma coisa?

Confesso que olho para os nossos velhinhos, tantas vezes a andar sozinhos, cabisbaixos e devagarinho, e dá-me pena. Também eles já foram da minha idade e teriam a mesma genica, se não mais, do que eu tenho agora. E o tempo não lhes perdoou e também não me vai perdoar a mim. E, confesso, às vezes tenho medo do que a idade me reserva...

21 abril 2008

Tons de Cinza

O tempo anda maluco, com mudanças bruscas de temperatura ao longo do dia e da semana.
Eu e o A. estamos muito constipados. E quando o A. está constipado ninguém dorme nesta casa. Hoje estava mesmo mal e tive vontade de faltar para ficar com ele. Mas não posso. E também não posso fazer (mais) nada para a tosse passar e os espirros pararem. E isso faz-me sentir tão cinzenta como o tempo…

Calor, por onde andas tu?

17 abril 2008

If You Were A Sailboat

Há muito que gosto de Katie Melua, mas este "If You Were A Sailboat" parece não me sair da cabeça. Partilho aqui o video da música e a letra...

video


If you were a cowboy I would trail you,
If you were a piece of wood I'd nail you to the floor.
If you were a sail boat I would sail you to the shore.
If you were a river I would swim you,
If you were a house I would live in you all my days.
If you're a preacher I'd begin to change my ways.

Sometimes I believe in fate,
But the chances we create,
Always seem to ring more true.
You took a chance on loving me,
I took a chance on loving you.

If I was in jail I know you'd spring me
If I was a telephone you'd ring me all day long
If I was in pain I know you'd sing me soothing songs.

Sometimes I believe in fate,
But the chances we create,
Always seem to ring more true.
You took a chance on loving me,
I took a chance on loving you.

If I was hungry you would feed me
If I was in darkness you would lead me to the light
If I was a book I know you'd read me every night

If you were a cowboy I would trail you,
If you were a piece of wood I'd nail you to the floor.
If you were a sail boat I would sail you to the shore.
If you were a sail boat I would sail you to the shore.

13 abril 2008

"Almoço dos Filhotes"

Ontem realizou-se mais uma reunião dos a que eu carinhosamente chamo "Almoço dos Filhotes" (e também houve jantar). É optimo estar com todos eles, graúdos e pequenotes. A risota é uma constante e as comparações também. A conclusão é só uma: não há "filhotes" nem pais perfeitos. Por mais que gostassemos de ser ou ter.
Para quem tem sempre a sensação que nas comparações fica sempre a "perder", ontem saí de lá com a alma "limpa" de preocupações. Se calhar foi do banho conjunto! :) (nada de pensamentos pecaminosos!)

07 abril 2008

Cansaço - Parte II


Estou na biblioteca, junto à janela. Lá fora, a chuva cai constante e o ceú está cinzento. Após uma noite curta a nível de horas dormidas e de uma manhã stressante, em que tudo parecia correr mal, embora tudo acabasse bem, começo a sentir os olhos a fecharem-se contra a minha vontade. E eu penso "ainda faltam 7 horas para ir para casa" e as palpebras ficam ainda mais pesadas. Tenho que fazer uso das minhas forças para não me encostar e dormir na cadeira.

Nestes últimos dias tenho dormido pouco, deito-me tarde, levanto-me cedo... ando completamente esgotada.
Canso-me com facilidade de tudo, apetecia-me parar no tempo para poder dormir, dormir, dormir... Preciso desperadamente de dormir. Já não é um luxo, é uma necessidade de primeira ordem. Sinto que estou mesmo cansada. Todos os dias. Desde a manhã até à noite.

O que vale são os momentos de qualidade com os amigos (obrigada S., V. e P. pelo serão de sexta) e com o G. e o A.. Obrigada pelo apoio!

06 abril 2008

Charlton Heston

Morreu Charlton Heston aos 84 anos.

Heston, o actor de estatura de atleta - tinha mais de dois metros de altura - e olhos azuis, notabilizou-se em papéis heróicos como "Ben Hur" (que lhe "rendeu" um Oscar de melhor actor), "Os Dez Mandamentos" ou "O Planeta dos Macacos" deu "vida" a personagens que cobrem mais de 5.000 anos de história passada e futura.

Se na década de 1960, defendeu causas relacionadas com os direitos humanos, tendo acompanhado mesmo Martin Luther King durante a Marcha pelos Direitos Civis a Washington, em 1963, usando uma faixa onde se lia "Todos os homens nascem iguais", em 1998, exactamente 20 anos depois de ter participado num debate televisivo onde pediu apoio ao presidente Lyndon Johnson na sua tentativa de controlar a venda de armas nos Estados Unidos, passou-se (talvez já a sofrer da Alzheimer) e faz asneira da grossa ao tornar-se presidente da National Rifle Association.

Fica aqui um video resumo dos seus bons (e maus) momentos (dentro e fora do grande ecrã)...


video

Cansaço

Sinto um cansaço imenso.
Já acordo cansada, provavelmente por não dormir o suficiente. Ando com imenso trabalho há imenso tempo.
Sou esposa, mãe, mulher, empregada, trabalhadora, estudante, filha, amiga... mas o pior é que (quase) não tenho tempo de o ser... nem tenho tempo para mim.
Dou comigo sempre a correr, a olhar para o relógio, sempre cheia de stress.

Suspiro por Julho que vai, corram as coisas bem ou mal, ser um mês mais calmo.

Obrigada a todos os que me aturam pela vossa paciência. Sei que ando um pouco CHATA!

Tri-campeões!


Não resisti...

02 abril 2008

Parabéns, CD!

20 março 2008

Feliz Páscoa!

19 março 2008

Feliz Dia, Papá



Papá,

Como eu ainda sou muito pequenino pedi à mamã para escrever esta mensagem!
Quero dizer-te que és o melhor papá do mundo! Gosto muito de ti, papá!

André

17 fevereiro 2008

IKEA

video


(eu tenho um puff igualzinho, mas sem a cobertura! LOL)

15 fevereiro 2008

Baptizado

Estou a preparar o baptizado do A. que, por motivos alheios à nossa vontade, sofreu alteraçãoes radicais no que diz respeito aos preparativos inicialmente pensados. Assim, quem puder ajudar-me... Preciso de ideias para o local, convites (não tenho tempo nem jeito para fazer, infelizmente) e lembranças... Convém é ser na zona do Grande Porto. :)

Obrigada!

14 fevereiro 2008

G.

Para te agradecer tantos momentos felizes...


video
Michael Buble - Everything


FELIZ DIA DE S. VALENTIM!


(Nota: Onde se lê And I can't believe, uh that I'm your man" deveria ser, obviamente, "And I can't believe, uh that I'm your woman", mas eu acho esta música tão romântica que tive pena de não a dedicar... )

13 fevereiro 2008

Dentinho!

Depois de meses de expectativa, NASCEU O PRIMEIRO DENTINHO DO A.!!!!
:) eia eia eia!

Elogio

Hoje elogiaram-me. Disseram-me:
"És muito sociável e adaptaste-te lindamente! Quem não soubesse poderia dizer que trabalhas aqui há anos e não desde Novembro".

Corei e sorri.

É bom receber elogios de vez em quando. Principalmente quando ouvimos outros colegas (novatos) de trabalho a dizer que as pessoas são muito fechadas e não conseguem conviver muito.

:) Estou pronta para receber mais elogios! Inundem a "posta" de comentários SIMPÁTICOS, sff. :)

08 fevereiro 2008

RTP

Adoro o "erro" do José Rodrigues dos Santos!!!! LOL


video

Novas tendências pedagógicas

QUESTÃO PROPOSTA:
6 + 7 =

RESULTADO APRESENTADO PELO ALUNO:
6 + 7 = 18

ANÁLISE E AVALIAÇÃO DO PROFESSOR

ANÁLISE :
A grafia do número 6 está absolutamente correcta; O mesmo se pode concluir quanto ao número 7;
O sinal operacional + indica-nos, correctamente, que se trata de uma adição;
Quanto ao resultado, verifica-se que o primeiro algarismo (1) está correctamente escrito e corresponde de facto ao primeiro algarismo da soma pedida.
O segundo algarismo pode muito bem ser entendido como um três escrito simetricamente – repare-se na simetria, considerando-se um eixo vertical!
Assim, o aluno enriqueceu o exercício recorrendo a outros conhecimentos. A sua intenção era, portanto, boa.

AVALIAÇÃO:
Do conjunto de considerações tecidas nesta análise, podemos concluir que:
A atitude do aluno foi positiva: ele tentou!
Os procedimentos estão correctamente encadeados: os elementos estão dispostos pela ordem precisa.
Nos conceitos, só se enganou (?) num dos seis elementos que formam o exercício, o que é perfeitamente negligenciável.
Na verdade, o aluno acrescentou uma mais-valia ao exercício ao trazer para a proposta de resolução outros conceitos estudados – as simetrias – realçando as conexões matemáticas que sempre coexistem em qualquer exercício...
Em consequência, podemos atribuir-lhe um "EXCELENTE" e afirmar que o aluno "PROGRIDE ADEQUADAMENTE".

30 janeiro 2008

Há dias assim

Nunca tiveram um dia em que parece que tudo o que pensam, tudo o que dizem e tudo o que fazem está errado aos olhos dos outros? Que fazer o que vocês acham correcto é incómodo para os outros? Que os outros têm direito a ter opinião mas vocês não? Que, resumindo, são vocês ou os outros e que esses outros vencem sempre?
Ontem tive um dia desses...

28 janeiro 2008

E não há duas sem três...

...felizmente!

Já era madrinha de duas crianças fantásticas, agora sou madrinha de três! :)

Fiquei muito surpreendida e, principalmente, ORGULHOSA com o convite da S. e do V. para ser madrinha do Pedrinho! É engraçado como uma amizade que começou "levezinha" se transforma em laços tão fortes! Não haja dúvidas que é tudo uma questão de empatia e de afinidades! :)

Obrigada pelo convite! Adoro o ideia de ser madrinha desse "malandreco"! :)

15 janeiro 2008

Chuva




Gosto de ouvir a chuva a cair lá fora, estando eu no quentinho, entre lençois ou embrulhada numa manta, e saber que HOJE não tenho que sair. Sabe tão bem!

Só falta um chocolate quente e uma conversa animada em boa companhia para ser perfeito (ah e não ter que estudar, claro!)...

09 janeiro 2008

Pedido

A pedido de um amigo aqui fica o seu pedido (que lindo trocadilho!)

Não tenho por hábito divulgar mas é por uma excelente causa.... :D recomendo vivamente!

Dor de cabeça


Tenho uma dor de cabeça que me está a impedir de pensar, logo não conigo trabalhar nem estudar. Se não passa depressa estou tramada!
O esforço que foi escrever isto...

AAAAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!

08 janeiro 2008

Águas passadas não movem moinhos

Hoje fui visitar os meus antigos colegas da 3.5. Estava cheia de saudades e como não foi premeditado, soube mesmo bem revê-los. No entanto, foi no momento em que entrei na sala que me apercebi, pela primeira vez desde que saí em Agosto de 2006, que aquela sala JÀ NÂO ERA a minha sala, eu já não pertenço ali. Não teve nada a ver com as pessoas – sou sempre bem recebida, bem hajam! – mas… simplesmente aquela sala faz parte do passado.
Curiosamente essa sensação não foi desconfortável. Foi o encerrar definitivamente um capítulo que teimava em permanecer por acabar.

Obrigada, D., pelos apontamentos!