Faltam...

Daisypath Happy Birthday tickers

15 julho 2010

NCL

Comecei ontem o livro do José Luís Peixoto, "Nenhum olhar" mas o que realmente aconteceu foi nenhuma empatia. Cheguei a meio e... NCL - Não consegui ler. Não conseguiu prender-me o interesse.

Foi a segunda vez que isto me aconteceu (o primeiro foi "Pedro o Grande", com uma confusão de nomes que me perdia em todas as páginas), pois mesmo que não goste do inicio tento sempre ler até ao fim, pois Às vezes os livros que parecem menos apelativos são os que se revelam mais interessantes.

Confesso que fiquei frustada pois li críticas muito boas sobre o livro e além disso era um autor português.
Uma vez que não resultou, virei-me para uma escritora francesa sobre Ramsés II... Este tema resulta sempre! :)

05 julho 2010

7

O número 7 sempre foi um número místico. Este ano também o foi para nós. :)
Faz hoje 7 anos que casei com o homem da minha vida. 7 anos de uma vida em conjunto, com algumas discussões, claro, mas acima de tudo com muito amor, amizade, carinho e respeito.
Passamos a tarde juntos para festejar, relaxar e, principalmente, namorar. Relembrar os bons momentos para não nos esquecermos da sorte que temos em nos termos um ao outro. No final fomos buscar o primeiro fruto do nosso amor. Para já, o segundo anda sempre comigo! :)

Fim de semana quente

Foi um fim de semana com muito calor, mas em contraste com o dia 2, com muita alegria. Os meus sobrinhos vieram cá para casa para desfrutar da "piscina" do A., com grandes gargalhadas de todos, que o filhote adora a companhia dos primos. A casa ainda é novidade para eles, pelo que se divertem sempre que cá vêm.
Claro que depois também chegaram os meus cunhados e a diversão foi também nossa. Precisava de um dia assim para ultrapassar os dias anteriores....

02 julho 2010

Dores de Alma

Faz hoje um ano vivi o pior dia da minha vida. Se bem que os que se seguiram não foram muito melhores. O tempo vai ajudando e, embora pense nisso todos os dias, o facto de a B. vir a caminho ajuda a atenuar a dor. A atenuar, nunca a esquecer.
Se ao menos eu compreendesse o porquê....