Faltam...

Daisypath Happy Birthday tickers

31 agosto 2011

Perdi-me nos blogues eróticos delas...

"E a blogosfera das senhoras? Viram a reportagem na TV? Ah, é outra coisa... é que é completamente diferente da escrita blogosférica masculina! Não há cá galhofa nem politiquice... É toda uma sensibilidade, uma ternura, é a partilha, o gosto pelo tesão! Oh, desculpem, disse tesão? Perdão! Mas está dito, está dito. Já não há como retirar! Eis-nos pois no tremendo, multifálico, giga-orgásmico, polvilhado de muito poema de queca grasnada e foto a preto e branco de coito suado, mundo da blogosfera erótica feminina anónima portuguesa.

E isso existe? Dou-vos duas mãos cheias deles no finalzinho para fazerem as vossas vistas. Mas perante tanta malandrice e sacanagem revelada pelo submundo blogueiro não há como deixar rejubilar o bem que a tecnologia da informação também faz à libertação sexual das mulheres com a sublimação semipública de umas tarazitas e umas vontades incontidas de copular várias vezes ao dia em estranhos lugares e em variadas posições. Tudo isto em relatos de qualidade literária que equivalem à vida sexual de muita gente: normalmente fraca, umas vezes média mas também grandes momentos de talento e arte dignos de serem aplaudidos. Por estes relatos vamos sabendo - para contínuo espanto pudico masculino - que a cabeça de muitas das mulheres é tão povoada desses ímpetos como as nossas. Bem-haja o autocontrolo e as normas civilizacionais que impedem que tal se concretize a cada impulso, a bem da produtividade, da higiene dos espaços comuns e muitas vezes da estética.

Ora não se entra assim de repente neste "mundo de escrita erótica feminina", que oscila entre uma imagética sofisticada e o "Oh, come-me já!". A minha guia, Maria Árvore, que só conheço via mail, e que tem um blogue "pouco pornográfico para ser muito popular e pouco erudito para o gosto dos intelectuais", explica-me que esta cena blogueira é apenas o equivalente às "Maxmen" e "FHM" dos homens. E vai lançando provocações quando me percebe desanimado perante tanto link povoado de pilas e testículos, torsos contorcidos antes da explosão consumatória e murmúrios tremidos no teclado tipo "deixa-me dormir em ti". Revela-me: "Também te podes questionar se tanta teoria não é falta de prática". Noutra altura escrever-me-á: "É tudo mulherio pacífico que usa mais as mãos para descascar do que para cascar. Coragem!".

Coragem, então! A maioria é de contos e crónicas da descrição do acto sexual em si num tom confessional mas de pecadora assumida em escrita descarada: "Toma-me assim, contra a parede" é o que a ERC me deixa citar aqui. Não há cá analogias muito rebuscadas. Mas noutros também se podem ler intróitos tipo "perdidos em carícias que transmitiam luxúria nos beijos dos lábios carnudos", o que equivale num filme porno dos anos 80 aos primeiros 29 segundos de música. (Esta conversa tem a validade de uma investigação que durou uma tarde pois, verdade seja dita, há blogues que já produziram livros, como o 'Cenas de Gaja'). Mas deixem-me dizer que as senhoras anónimas, perceptivelmente de formação universitária, abusam da terminologia de trolha e não como interjeição mas como substantivação. Há ali mais palavrão que num Porto/Benfica, casa cheia, três penáltis descarados não marcados para cada lado.

E há também muita poesia de cunho próprio, fotografia monotemática (um só de rabinhos femininos, postados por uma menina persistente) e vídeos - embora me seja estranha certa conceptualização: não percebo porque é que um vídeo com sexo explícito com ar profissional esteja num blogue "alérgico a pornografia". É a banda sonora árabe que o despornifica? Escapa-me.

Há relatos de vida pessoal soft e hard, com e sem fotos pessoais sem cara e blogues de nicho (S&M), blogues escritos por adolescentes e balzaquianas e pós-balzaquianas assumidas que têm em comum isso: sexo. Ah desculpem: o erotismo, mesmo quando é pimpa-pimpa tal e qual nos sites da especialidade, dos 'masculinos'. Mas brincadeira mesmo, é nas caixas dos comentários. Ui.

Enfim. Minhas senhoras: parabéns! Divirtam-se e dado que finalmente vejo alguma utilidade para a blogosfera."


Por Luís Pedro Nunes, em 19 de abril de 2009(sim, eu sei, é antigo, mas eu gostei imenso.)

Hum.....

"Quem por amor se perdeu
Não chore, não tenha pena
Uma das santas do céu
- É Maria Madalena..."


(Augusto Gil)

Felicidade

Hoje recebi uma excelente notícia: irei continuar a trabalhar na mesma escola que o ano passado. Pela primeira vez, pude ter e tive uma renovação! :)
Pessoas que me dizem muito também tiveram as mesmas notícias (aliás, foi uma dessas pessoas, a AB, que me informou da minha boa nova), o que tornou ainda melhor este dia!
Mas nem tudo são boas notícias. Entre as pessoas que eu procuro sempre, a maioria não ficou colocada. Este ano está a ser uma razia... A todas elas o meu mais sincero desejo de boa sorte na próxima fase e que não demorem muito a poderem ter a mesma alegria que eu tive hoje!

29 agosto 2011

Pensamento do dia 5

"Quem é vivo sempre aparece"... ou não, ou não!

27 agosto 2011

Orgulho e Preconceito e Zombies

No meu último aniversário - há quase um ano, portanto - a RS, sabendo como eu adoro o livro Orgulho e Preconceito, resolveu-me dar este livro: Orgulho e Preconceito e Zombies.
A minha cara deve ter sido muito reveladora ao abrir o embrulho porque a RS olhou para mim e disse: "Sei o que estás a pensar. Eu também achei muito estranho. Mas dá ao livro uma hipótese. Nunca se sabe, até podes gostar."
Andei este tempo todo a ganhar coragem e li-o de uma assentada, desejosa de chegar ao fim. O livro é intragável. Como é possível pegar num livro magnífico como o é o original da Jane Austen e transformá-lo naquele.... naquela.... coisa!!!!! Li-o rapidamente porque simplesmente, tal como alguém que é obrigado a caminhar sobre brasas, só queria terminar o suplício. Só por ti, RS, só porque te prometi que o leria.

Os antigos egípcios, na sua maioria, consideravam o seu deus Seth como um deus maligno, do qual queriam distância. Bem, o nome do autor da barbaridade chama-se Seth Grahame-Smith . Será coincidência?

(P.S. Li que o livro está a ser a base para um novo filme americano. Mas este mundo está completamente louco?!? Por favor, por favor, que não consigam convencer o Colin Firth a interpretar este Mr. Darcy!)

24 agosto 2011

Livros 2011

23.11.2011 - Tara Hyland - Filhas da Fortuna - ****
11.11.2011 - Karen Marie Moning - O Feitiço do Highlander - ***
12.10.2011 - Nora Roberts - Vozes do Passado - ****
30.09.2011 - Emily Giffin - Até que ele nos separe - **
24.09.2011 - Jude Deveraux - Jardim de Alfazema - ***
27.08.2011 - Jane Austen e Seth Grahame-Smith - Orgulho e Preconceito e Zombies - *
25.08.2011 - David Safier - Maldito Karma - **
15.08.2011 - Antoine de Saint-Exupéry -O Princepezinho - *****
07.08.2011 - Elisabeth Edmondson - Uma Mansão na Bruma - ***
30.07.2011 - Jill Mansell - Uma oferta irrecusável - ***
Maio/Junho/Julho - Sherrilyn Kenyon - O Abraço da Noite / Dança com o Diabo / O Beijo da Noite / Jogos na Noite (Todos da série Predadores da Noite) - ****
10.05.2011 - Manfred Gregor - A Ponte - **** (R)
08.05.2011 - Libba Bray - Uma Grandiosa e Terrível Beleza *
03.05.2011 - Madeline Hunter - Casamento de Conveniência ** + O Protector ***
20.04.2011 - Eça de Queirós - Os Maias - ***** (R)
14.04.2011 - Sherry Thomas - O Fruto Proibido - ****
02.04.2011 - Sherrilyn Kenyon - Acheron - ****
31.03.2011 - Julie Metz - A Mentira - ***
04.03.2011 - Diana Gabaldon - Outlander - Nas Asas do Tempo *****(*)
06.02.2011 - Laura Kinsale - Flores na Tempestade ***
12.01.2011 - Colleen McCullough - A Independência de Uma Mulher *****

Pensamento do dia 4

"O maior cego é aquele que não quer ver".
É uma grande verdade!
Mas será pior do que aquele que vê o que não existe?

23 agosto 2011

Dias em grande!

Domingo, dia 21 de Agosto, foi o Baptizado da B. Como se isso já não fosse suficientemente importante foi também o aniversário do G. Foram duas festas numa. Adorei cada minuto, como adoro sempre que estou rodeada da família e dos amigos mais chegados.
A B. portou-se como uma verdadeira princesa, mesmo nas alturas em que o soninho já pesava nas pálpebras.
Apesar do S. Pedro nos ter pregado uma partida ao fim do dia com uns bons aguaceiros, o tempo esteve excelente.

No dia seguinte, novamente festa, desta vez para celebrar o 1.º aniversário da B.. Caía o Carmo e a Trindade (curiosamente os locais de nascimento dos filhotes LOL) se não se fizesse festa, como se não estivéssemos juntos há muito tempo (é bom frisar que em 12 dias há 7 aniversários, todos da família mais chegada). E assim, para nos fazer felizes a todos, cá reunimos a malta, desta vez só a família. E mesmo assim, era gente para encher a casa... isto de se ter a família grande e animada dá nisto!
E eu confesso que gosto! :)

19 agosto 2011

Recordações

Eu guardo tudo!

Tenho várias caixas com lembranças que me foram dando: um cacho de bananas de um colega madeirense, um mini t-shirt que uma caloira me deu, um seixo com um desenho, uma toalha de mesa com uma toca de ursinho desenhada, tantas coisas que tinha afixadas num quadro de cortiça que estava pendurado no meu quarto nos meus tempos universitários.

Ao acabar de arrumar os armários da "biblioteca", descobri a caixa com as minhas agendas. São várias cheias de convites, bilhetes, fotos, mensagens, ideias... Claro que estive a relembrar os momentos que lá estão eternizados e chamaram-me a atenção estes quatro pequenos extractos:

"Amor! Teu coração trago-o no peito...
Pulsa dentro de mim como este mar
Num beijo eterno, assim, nunca desfeito!..."
Florbela Espanca, in "Livro de Sóror Saudade


"Quem foi que à tua pele conferiu esse papel
de mais que tua pele ser pele da minha pele"
David Mourão-Ferreira

"Espero sempre por ti o dia inteiro,
Quando na praia sobe, de cinza e oiro,
O nevoeiro
E há em todas as coisas o agoiro
De uma fantástica vinda. "
Sophia de Mello Breyner


"Mas é na intimidade e no segredo,
Quando tu coras e sorris a medo,
Que me apraz ver-te e que te adoro, flor! "
Antero de Quental



So hot....

Que blog tão bom que eu descobri: "Bedtime stories". Tem imenso material para nos dar bons sonhos. Bem mais quentes do que este nosso verão!
Aconselha-se a uma visualização moderada sob risco de palpitações cardíacas!!!

15 agosto 2011

Espelho meu...

"Olhei-me ao espelho e vi-me de todos os ângulos que consegui. Aproximei mais a face ao meu reflexo para ter a certeza que via todas as rugas. Pensei colocar um piercing na orelha direita.
Tal pensamento despoletou um discurso inflamado: «Tu já não és nenhuma jovem», disse ao meu reflexo. «Para que continuas com essas ideias parvas e adolescentes? Já há muito que deixaste de ser a benjamim do grupo, a menina apaparicada e protegida. Foste ultrapassada por muitas e muito mais jovens. Coloca-te no teu lugar e tira esse sorriso pateta da cara.»
Dei por mim de indicador em riste à minha imagem no espelho e ri-me do ridículo da situação. «Posso não ser uma jovem por fora mas continuo bem nova por dentro, toma e cala» respondi à rezingona que me tinha admoestado. E com esta sensação de vitória, entrei na banheira, abri a água e deixei que a cascata morna me descontraísse corpo e alma."

em Pensamentos de uma mente diferente

Leitura da palma


Em Mallorca, na Katmandu, havia uma máquina que "lia" a nossa mão e acendia a lâmpada para indicar o que éramos. Podia ter-me saído pior... :)


Vai e vem

"Que tristeza esta que me invade
Vai e vem sem razão aparente
Será que esta tristeza é ilusão
Apenas uma partida da mente?

Ao coração custa-lhe bater
Aos olhos custa-lhes não chorar
É tão estranha esta tristeza
Nada a consegue explicar"

13 agosto 2011

Piada privada


video

( Ou então podes ver aqui )
Link
He makes me dance
Brings me up, brings me down
Plays it sweet
Makes me move like a freak
Mister Saxobeat

Hey, sexy boy, set me free
Don’t be so shy, play with me
My dirty boy, can’t you see
That you belong next to me
Hey, sexy boy, set me free
Don’t be so shy, play with me
My dirty boy, can
’t you see





Pensamento do dia 3

(Foi o pensamento do dia de ontem, mas só hoje pude vir aqui)

"Tudo o que não pode crescer, definha e morre."

Curtinhas de Maiorca 2011

Eis alguns pedaços do que fui escrevendo durante a minha estada em Magalluf, de 23 de Julho a 6 de Agosto:

Domingo, 24: Senti-me uma anormal no meia da minha normalidade. Saímos depois do jantar e fomos tomar café a um café na rua principal. (...) Só se via pele à mostra, à entrada dos bares, muita dela coberta de tinta entre maquilhagem e tatuagens. O pico deste desfile foi quando passamos por uma jovem "distraída" que se "esqueceu" de vestir o vestido, passeando em soutien, calcinhas e meias 3/4. LOL

Segunda, 25: 3 idas à praia e já estou farta de protector solar, areia, calor, montes de tralhas às costas. (...) Só os banhos de mar compensam. Apesar de ir para lá voluntariamente, sou constantemente arrastada para lá à força!

Terça, 26: Chuva+trovoada+hotel+miúdos = grande neura!

Quinta, 28: Aqui a comida é "vira o disco e toca o mesmo". Seria bom para a dieta se eu não me vingasse nos doces1 Nem quero imaginar o número que me vai aparecer quando me pesar em casa! Estou a ficar uma baleia azul! AI!

Sexta, 29: Liguei-me à net pela primeira vez desde que cheguei. Não me tinha apercebido das saudades que tinha da luzinha verde! :)

Sábado, 30: Chuva! Novamente! Como é possível? Dois dias de sol e um de chuva? Não pode, não pode! Mas quando apareceu o sol, o tempo aqueceu! Que bem que se está na esplanada, a ouvir música e a bater o pé ao ritmo.....

Terça, 2: A melhor noite até agora, mas de longe! Fomos até à Katmandu, uma casa construída ao "contrário". O interior muito fixe, jogamos no imenso mini golfe, mas o melhor foi mesmo a corrida de carros em 4D. Muito muito bom. Fez-me lembrar o Futuroscope. Saí de lá com a pedalada toda!

Quarta,3: Foi a "Noite Branca" do Hotel. Mais uma vez tive pena de não poder ir para lá abanar o capacete ao som da música.

Quinta, 4: Voltamos à Katmandu, desta vez sem os miúdos para ver "The Asylum" em 5D. Gostei da experiência, mas podia ter sido muito melhor. As cenas eram muito previsíveis. Fica aqui um video sobre o filme retirado do youtube:

video


Sábado, 4: Lar, doce lar! Não volto morena, mas volto feliz! :)