Faltam...

Daisypath Happy Birthday tickers

20 Agosto 2006

Hino a Aton



Tu és belíssimo sobre o horizonte, Ó radioso Áton, fonte de Vida!
Quando te ergues no oriente do céu, teu esplendor abraça todas as terras.
Tu és belo, tu és grande, radiante és tu.
Teus raios envolvem todas as terras que criaste,
Todas as terras se unem pelos raios de teu amor.
Tão longe estás, mas seus raios tocam o chão;
Tão alto estás, mas teus pés se movem sobre o pó.
Tu és vida, por ti é que vivemos,
Os olhos voltados para tua glória, até a hora em que, imenso, te recolhes...
Criaste as estações para renascer todas as tuas obras.
Criaste o distante céu, para nele ascender.
A Terra está nas tuas mãos, como aos homens criaste.
Se tu nasceres eles vivem, se te pões eles morrem.
Tu és propriamente a duração da vida, e vive-se unicamente através de ti!

5 comentários:

GM disse...

Só me apetece acrescentar uma frase que um dia vi: "Por mais longa que seja a noite, o sol volta sempre a brilhar..."

jac disse...

Bela foto :-)

McBrain disse...

Interessante...

Estava eu a ler este hino quando me recordei do título desta posta... olha olha, afinal tem alguma coisa a ver com o assunto! :)

Este URL parece-me conter no entanto a versão mais extensa do hino!

Ai ai, esse paganismo.... :P

Barba Ruiva disse...

Atón e o português?
'Criastes'?
Tsk... Tsk...

ztfdkh - ainda nada interessante...

AS disse...

"Criaste as estações para renascer todas as tuas obras.
Criastes o distante céu, para nele ascender." Bem.... corrigido!